TecnologiaTecnologia Sustentável

Tecnologia Sustentável – Arquitetos projetam edifício sustentável com formato de jacaré

 

jacare11.jpg
O formato do prédio lembra um jacaré

O norte de Amsterdã, na Holanda, será sede de uma construção no mínimo peculiar. Em formato de jacaré, o projeto desenvolvido pelo grupo Maxwan, alia inovação arquitetônica e compromisso ambiental.

Trata-se de um complexo composto por diversos espaços de convivência. O grupo Maxwan responsável pelo prédio, intitulado Albino Alligator, pensou em um formato que pudesse diminuir o consumo de energia. Para alcançar o objetivo, eles optaram por uma grande quantidade de vidros, que permitem a entrada da luz solar e poupa o consumo de luz artificial.

Cada parte do edifício é usada para um propósito diferente e forma pedaços do corpo do jacaré: um edifício para trabalho localizado na cabeça, uma parte voltada para moradias localizadas no corpo, na perna número um está uma torre residencial e na perna de número dois, uma torre de escritórios. Na cauda está um clube de fitness. Cada parte tem a forma sobre as necessidades espaciais e estruturais conforme suas necessidades.


Cada parte do prédio é uma área de convivência diferente

O prédio é composto quase que inteiramente de metal e vidro. As escolhas são feitas visando a blindagem de calor, o ganho de luz e a diminuição de danos ambientais durante a construção. Além disso, o edifício possui um sistema de coleta de água da chuva. Segundo o grupo, parte da água segue para ser reutilizada enquanto outra penetra no solo, enche os lagos próximos ao prédio possibilitando o escoamento e otimizando a biodiversidade.

Para Saber mais va na Fonte: TecnoGreen12

Posts anteriores

Vídeos Legais - Consciente Coletivo

Gato voador
Próximo post

Imagens Engraçadas - Gato voador

Sir. Aulus

Sir. Aulus

Vegano, estudante de Ciência e Tecnologia da Universidades Federal da Bahia. Apaixonado por tecnologia, filosofia, música, teatro, defensor dos direitos animais. Aprendiz de Jiu-jitsu e amante de bons filmes e livros.

Sem comentários

Deixe uma resposta