Boas NoticiasCarrosMundoVeículos

Governo zera imposto de importação para carros elétricos e movidos a hidrogênio



Em tempos de elevação de impostos, eis uma boa notícia: o governo publicou nesta terça-feira (27) uma resolução no Diário Oficial da União que zera o imposto de importação para automóveis movidos unicamente a eletricidade ou hidrogênio. Antes da medida, que passa a valer imediatamente, a alíquota era de assustadores 35%.

Os modelos híbridos, como Ford Fusion e Toyota Prius, continuarão pagando o mesmo imposto dos veículos movidos a combustão, com alíquotas entre zero e 7%, dependendo da eficiência energética. A Câmara de Comércio Exterior (Camex) havia reduzido a tributação sobre os híbridos, que também era de 35%, em setembro de 2014, com o objetivo de incentivar o segmento e atrair investimentos nacionais.

Para se enquadrarem na isenção de imposto de importação, os carros elétricos ou movidos a hidrogênio podem chegar ao Brasil montados, desmontados ou semidesmontados. Eles devem ter autonomia de pelo menos 80 quilômetros com uma única carga, um requisito que praticamente todo veículo da categoria consegue alcançar.

Atualmente existem apenas 3 mil carros elétricos e híbridos no Brasil, pouquíssimo perto da nossa frota de 89,7 milhões de veículos (!). Pudera: os elétricos que circulam no país são o BMW i3, que foi lançado em 2014 por R$ 225.950; e o Nissan Leaf, usado em frotas de táxis, ainda sem preço definido no varejo. Por enquanto, não há automóveis movidos a hidrogênio no Brasil; a tecnologia ainda está engatinhando no Japão.

 

Fonte.


Comentários Sociais

Respostas

Posts anteriores

Coordenador da OMS afirma que não há um nível seguro para consumo de carnes processadas.

Próximo post

Chamado de escória, Jean Wyllys rebate: "homens decentes não assistem vídeo pornô em plena sessão plenária"

Joyce Ribeiro

Joyce Ribeiro

Comentários

Sem comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *