Coisas InteressantesNacionalPapo SérioPoliticaSociedade

Chamado de escória, Jean Wyllys rebate: “homens decentes não assistem vídeo pornô em plena sessão plenária”



A comissão que aprovou a revogação da lei do desarmamento serviu de combustível para a acalorada discussão entre os deputados Jean Wyllys (PSOL-RJ) e João Rodrigues (PSD-SC), na última quarta-feira, 28 de outubro, no plenário da Câmara, em Brasília.

O conflito teve início quando Rodrigues atacou os parlamentares contrários à revogação do estatuto, citando o ex-participante do reality show. “Pela sua história, ele não merece meu respeito e da maioria dos deputados”, desferiu o político catarinense, que continuou.

“Posso até ser criticado pelas minhas posições, mas vindo do senhor é um elogio, porque um parlamentar que defende a liberação das drogas e o perdão para traficantes, um parlamentar que defende que o adolescente pode trocar de sexo sem autorização dos pais. Isso é não é deputado, é a escória da política desse País”, disse Rodrigues.

Jean Wyllys: “Bandido bom é bandido rico, com terno, gravata e gabinete”

Logo após os ataques, Jean Wyllys pediu espaço para resposta e afirmou que não seria intimidado por ladrões e fascistas. “Homens decentes não assistem vídeo pornô em plena sessão plenária; homens decentes não são condenados por improbidade administrativa, por roubar dinheiro público como o deputado foi. Quem não tem moral para representar o povo, é ladrão”, referindo-se ao episódio ocorrido em maio deste ano, quando o deputado foi flagrado assistindo conteúdo pornográfico durante votação na Câmara.

Irregularidade na merenda

Segundo informações do jornal Diário Catarinense, Rodrigues foi denunciado pelo Ministério Público Federal por indícios de irregularidade no fornecimento da merenda escolar em Chapecó de 2007 a 2009, à época, prefeito do município.

Fonte


Comentários Sociais

Respostas

Posts anteriores

Governo zera imposto de importação para carros elétricos e movidos a hidrogênio

Próximo post

Atriz se finge de embriagada e sofre assédio ostensivo em plena luz do dia.

Isis Teixeira Silva

Isis Teixeira Silva

Tenho 17 anos, gateira desde que me entendo por gente. Vegana, feminista, apaixonada por livros e filmes.

Comentários

Sem comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *